O nosso leitor habitual Flatus Vocis recomenda um artigo sobre a emigração alemã na Áustria no sítio de informação checo Česká Pozice.

Nos últimos 10 anos, o número de alemães na Áustria quase duplicou e são agora 230 mil. São atraídos pelo alto nível de vida, pelos empregos e por uma atitude mais descontraída perante a vida. Depois do alargamento da UE, há uma década, muitas empresas multinacionais estabeleceram em Viena os seus quartéis-generais para a Europa de Leste. Esta onda de imigração ajudou a reduzir o clientelismo e a corrupção na Áustria, mas há alguma antipatia em relação aos estudantes alemães, que são cerca de 30 mil. O Governo austríaco tentou limitar as admissões, contrariando as diretivas da UE, e agora está a considerar um aumento de propinas de que só os cidadãos austríacos ficam excluídos.