Briefing: Brexit ou não Brexit?

Presseurop

Na Europa, mas com que posição? Desde a sua adesão à então Comunidade Europeia, em 1973, o Reino Unido toca segundo uma pauta diferente da dos seus parceiros. Prefere o grande mercado à integração política, mantém-se fora da zona euro e do espaço Schengen, e continua reticente em relação às transferências de soberania que os tratados implicam.

Desde a eleição de David Cameron, em 2010, os eurocéticos parecem ter mais influência que nunca, nos órgãos de informação e no Partido Conservador. Exigem que alguns poderes sejam "repatriados de Bruxelas para Westminster" e, sobretudo, que seja organizado um referendo sobre as relações entre o país e a União Europeia. Por seu turno, ao recusar-se a assinar o tratado orçamental europeu e ao ameaçar vetar o orçamento da UE, o primeiro-ministro britânico deteriorou as suas relações com os outros dirigentes europeus.

O Reino Unido e a UE encontram-se num momento decisivo das suas relações. Conseguirão chegar a um novo equilíbrio ou caminharão para a "Brexit", a saída dos britânicos da UE?