Apoie o jornalismo europeu independente e de acesso livre – faça um donativo ao VoxEurop

Briefing: Temendo pelo euro

Presseurop

Um ano após o início da crise na Grécia, a Zona Euro continua à beira do precipício. Nem os 110.000 milhões prometidos pela União Europeia e o FMI, nem o plano de austeridade drástica encetado pelo Governo de Papandreu melhoraram a situação financeira da Grécia. E muito menos convenceram os mercados financeiros e as agências de rating, que aumentaram a pressão.

Depois da Grécia, Irlanda e Portugal terem passado pelo regime da cenoura do plano de apoio e do pau do rigor, a Itália e a Espanha estão a ser atacadas pelos meios financeiros. Ora um risco de bancarrota de um desses dois países pode rebentar com a Zona Euro, com imprevisíveis consequências políticas e económicas.

Em Bruxelas, Frankfurt – sede do Banco Central Europeu –, Paris, Berlim e todas as capitais europeias, os dirigentes políticos e económicos buscam uma solução: maior rigor, solidariedade entre países, perdão da dívida, contribuição do setor bancário?

Entre apelos ao federalismo e defesa dos interesses nacionais (egoístas?), os dirigentes europeus estão hesitantes sobre o comportamento a adotar. Aterrorizados com o poder dos mercados e das agências de notação,  parecem incapazes de uma ação decisiva. Correndo o risco de perder o controlo da situação.

 

Crise da dívida: Ao seu ritmo

Corriere della Sera, Milão

Crise da dívida: Casal imperial

The Sunday Business Post, Dublin

Economia : Regime mediterrâneo

Het Parool, Amesterdão

Zona euro: O Club Med

De Volkskrant, Amesterdão

Espanha: Oferta

La Vanguardia, Barcelona

Crise da dívida: A ronda infernal

NRC Handelsblad, Amesterdão

Grécia: Confiança

De Groene Amsterdammer, Amesterdão

Economia : Mãe adotiva

Het Parool, Amesterdão

Crise da dívida: No canto

La Prensa, Cidade do Panamá

Italie: Degrade

Corriere della Sera, Milão

Euro: Perecível

The Guardian, Londres