Itália: Marcha atrás

Marcha atrás – Martirena
Diario Siglo XXI (Valência)

Hoje, 2 de outubro, o Parlamento italiano aprovou a moção de confiança no Governo, apresentada pelo primeiro-ministro, Enrico Letta. Os deputados do Povo da Liberdade (PDL), o partido de Silvio Berlusconi, não seguiram este último, que pediu aos seus ministros que se demitissem do Governo e anunciara na véspera que aprovaria a moção.

Face ao risco de desintegração do PDL, Berlusconi acabou por dar o dito por não dito e votou também a favor da moção. Uma reviravolta que a imprensa italiana qualifica como “capitulação”, ou mesmo como “ruína”.