Crise da dívida: Não precisamos de ninguém

Não precisamos de ninguém – Nicolas Vadot
L’Echo (Bruxelas)

A evolução do discurso de Alexis Tsipras

25 de janeiro:

Não precisamos de ninguém! Já chega de ditames da Troika! Hasta la victoria siempre!

Nas gavetas: H Fevereiro, E Março, L Abril, P Maio, Junho

Enquanto o Governo grego anunciou que os seus cofres ficarão vazios até meados de junho e que não poderá pagar aos seus credores, no dia 2 de junho, o primeiro-ministro Alexis Tsipras enviou uma proposta completa de reformas ao Banco Central Europeu (BCE), à Comissão Europeia e ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Também pediu aos seus parceiros europeus que aceitem a proposta de modo a chegar a um acordo relativo ao financiamento da próxima tranche de ajuda económica à Grécia.

Ao mesmo tempo, em Berlim, a chanceler alemã Angela Merkel, o presidente francês François Hollande, o presidente da Comissão Jean-Claude Juncker, o presidente do BCE Mario Draghi e a presidente do FMI Christine Lagarde reuniam-se para discutir uma proposta comum para a Grécia, uma espécie de “última oferta” de compromisso, que deverá ser apresentada nos próximos dias.