Cover

"Bir problem mi var?" Tenho um problema? A pergunta feita em turco peloFrankfurter Rundschau reflete a atmosfera das celebrações germano-turcas do dia 2 de novembro em Berlim. A chanceler Angela Merkel e o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan festejavam o quinquagésimo aniversário do acordo celebrado no dia 30 de outubro de 1961, através do qual a Alemanha reforçou fortemente a imigração de mão-de-obra turca para apoiar a sua economia. Após a chegada de 800 mil turcos e a suspensão do acordo em 1973, este continua a ser um assunto sensível. De facto, Erdogan declarou em alemão que “caminhamos juntos”, e três milhões de imigrantes turcos aplaudiram Merkel quando esta afirmou “também sou a vossa chanceler”. Mas os tradicionais pontos de discórdia continuavam presentes: a dupla nacionalidade para os imigrantes turcos na Alemanha, reclamada por Erdogan, e a obrigação de aprenderem alemão, exigida por Merkel. “A assimilação é um crime contra a Humanidade”, comparável ao antissemitismo, proferiu o primeiro-ministro turco perante uma Angela Merkel impassível. A qual manteve um silêncio eloquente relativamente à adesão da Turquia à União Europeia.