Cover

<!--{12565779734491}-“A Alemanha tem um novo Governo”, anuncia o Gazeta Wyborcza em título. A notícia foi especialmente bem recebida em Varsóvia, porque o acordo assinado pela nova coligação promete "assegurar que a cooperação germano-polaca contribua para uma renovada actuação no sentido do desenvolvimento da Europa." Como relata o diário liberal: "Nunca antes os políticos alemães tinham mencionado as relações com a Polónia num documento de tão alto nível.” Segundo o acordo da coligação no poder, o novo elenco governativo da chanceler Angela Merkel esforçar-se-á por reactivar o Triângulo de Weimar, um fórum de cooperação Germano-Polaco-Francês. Para um diplomata polaco que quis permanecer anónimo, “trata-se de uma iniciativa sem precedentes, que mostra que Berlim valoriza uma maior cooperação com Varsóvia." Bartosz T. Wielińsk, correspondente do diário em Berlim, insiste que podem agora ser feitos progressos: "Uma vez que o novo Governo alemão já está formado, Berlim e Varsóvia devem pôr de lado disputas históricas e centrar-se conjuntamente na Europa." Apesar de terem visões diferentes em relação à Rússia e aos Estados Unidos, essas questões não devem afectar a sua cooperação dentro da União Europeia. "Sendo a Alemanha o maior Estado da Velha Europa e a Polónia o maior Estado da Nova Europa”, o eixo germano-polaco deve desempenhar um papel fulcral na movimentação de toda a Comunidade Europeia, acredita Wielinski.