Cover

É a polémica do momento, em França: chocado com as declarações contra Sarkozy proferidas pela escritora Marie NDiaye – que conquistou o Prémio Goncourt de 2009 – um deputado da maioria,Eric Raoult , pediu que o ministro da Cultura estabelecesse uma "dever de reserva" para os laureados com o mais prestigiado prémio literário francês. Numa entrevista concedida à revista Les Inrockuptibles, em Agosto de 2009, Marie NDiaye declarou ter optado por viver em Berlim, em grande parte por aversão ao Presidente francês. "Acho detestável este ambiente de espionagem, de vulgaridade", disse. O Libération considera que "esta proposta de censura é elucidativa do clima que reina actualmente entre a direita e no Governo" e dá a palavra à escritora e ao ministro, Frédéric Mitterrand, que afirma não querer "entrar nesta polémica ridícula".