Cover

Pôr-do-sol na catedral de St. Paul em Londres? Haja o que houver, não pegue na máquina fotográfica. O The Independent noticia, na primeira página, que a polícia manda parar um número cada vez maior de fotógrafos amadores e profissionais suspeitos de serem “terroristas em missão de reconhecimento”. Dois turistas austríacos que se preparavam para fotografar uma paragem de autocarro em Londres foram vítimas foram vítimas desse excesso de zelo, bem como o famoso fotojornalista Martin Parr, “a fotografar um grupo de boémios em Liverpool”. Isto segue-se à publicação do relatório Lord Carlile sobre a Secção 44 da Lei do Terrorismo de 2000, segundo a qual, e no meio de alguma controvérsia, pode haver áreas identificadas como "zonas de controlo policial" por serem consideradas potenciais alvos de ataques terroristas. Um amador foi recentemente mandado parar em Brighton por ter tirado fotografias “às iluminações de Natal, a caminho do emprego”.