"A UE decidiu reduzir os preços do roaming", afirma o título do Financial Times, depois de a União ter acordado reduzir os custos da utilização de telemóveis nas viagens pela Europa.

As tarifas pagas pela utilização de serviços de dados como o correio eletrónico e a navegação na Internet serão fixadas em 70 cêntimos por megabyte, uma fração dos 2€-5€ cobrados pela maioria dos operadores da UE. O limite será reduzido para apenas 20 cêntimos, até 2014, eliminando praticamente uma receita suplementar lucrativa dos operadores de telecomunicações. O valor das ações de muitos destes caiu depois do acordo.

O regulamento foi proposto no verão passado pela Comissão Europeia, com o objetivo de combater aquilo que a CE designou por exorbitância dos custos dos serviços das comunicações móveis de itinerância (roaming), pelos quais os operadores cobram mais do triplo das tarifas normais das chamadas, quando estas são feitas noutro país da UE. O Parlamento Europeu aprovou a iniciativa em 27 de março e os governos nacionais no dia seguinte, devendo a luz verde final ser dada até junho.

A iniciativa irá reduzir bastante a "facada constituída pelas contas de telemóvel" habitual no período de férias, durante o qual os montantes das faturas aumentam, refere o Guardian. Para este diário britânico, trata-se do

culminar de uma longa luta entre Bruxelas e os operadores, que dizem que terão que aumentar os preços de outros serviços. Calcula-se que os custos transfronteiras destes serviços geram cerca de 5% das receitas.