Cover

Depois de o Chile ter anunciado, na semana passada, a sua intenção de oferecer um local para instalação do E-ELT (European Extremely Large Telescope), o Publico noticiaque o Ministério da Ciência e Inovação espanhol se apressou a apresentar uma proposta competitiva para "obter o maior telescópio do mundo". Um dos aspectos inovadores do dispositivo, concebido pelo lObservatório Europeu do Sul (ESO), "será a sua capacidade de ver a luz reflectida por planetas exteriores ao sistema solar – uma característica que poderá ajudar a descobrir vida ou água nesses planetas". O projecto também representa um enorme investimento, que "trará centenas de empregos e milhões de euros à região onde for construído". As duas localizações possíveis para o telescópio são a colina de Armazores, no Chile, e Roque de los Muchachos em Palma (Ilhas Canárias). No entanto, segundo fontes do ESO, a localização espanhola poderá apresentar alguns problemas técnicos. A Espanha deverá concluir a sua proposta até finais de Fevereiro, nos dias que antecedem a reunião, em 2 e 3 de Março, dos "14 membros do ESO, entre os quais se inclui a Espanha, para escolher a localização definitiva do telescópio".