Cover

“O assédio psicológico no casal passou a ser crime” em França,noticiaLe Mondena primeira página. A 25 de Fevereiro os deputados aprovaram, por unanimidade, um projecto de lei que protege as mulheres da violência doméstica. A criação deste delito, punível com três anos de prisão e multa de 75 mil euros, foi bastante debatida, escreve o diário parisiense. Para a secretária de Estado da Família, Nadine Morano, a novidade justifica-se porque “das 80 mil chamadas recebidas, por ano, pelo número de apoio às vítimas de violência doméstica, 84% referem-se a violência psicológica”. Já os magistrados sublinham a falta de meios dos serviços sociais encarregues de ajudar as vítimas e denunciam “uma lei que só tem efeitos publicitários e de comunicação”. A medida mais espectacular da proposta de lei é a introdução de pulseira electrónica, que, tal como já acontece em Espanha, poderá ser colocada num cônjuge violento. Em França, lembra Le Monde, em média, morre uma mulher de três em três dias, vítima de violência conjugal.