Cover

Os holandeses, que acabam de se recompor da queda do Governo, em 20 de Fevereiro, vão às urnas a 3 de Março para renovar 393 conselhos municipais. Estas eleições vão ser um "ensaio geral" para as eleições legislativas de 9 de Junho, ainda que seja difícil extrair previsões fiáveis, segundo o Trouw. O partido populista de Geert Wilders (PVV), que deverá crescer nas legislativas, de acordo com as sondagens, conta tirar proveito da queda do Governo, mas participa nas municipais apenas em duas cidades (Almere e Haia). "Nas eleições de Junho, Wilders pode sair reforçado, mas os resultados de hoje não vão dar indicações nesse sentido", diz o jornal, que salienta ainda que os municípios rivalizam em matéria de originalidade, para levarem os eleitores a votar: Haia, Groningue e Roterdão lançaram o voto nocturno em festivais de música.