Cover

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE querem “agir” contra a interferência do Irão nas emissões de rádios e televisões ocidentais difundidas por satélite na República islâmica, escreve Le Monde. Cerca de 70 canais estrangeiros – entre os quais a BBC e a Voz da América – foram atingidos no decorrer dos últimos meses. Os 27 querem também “limitar” ou até mesmo “interditar” “a exportação de bens e tecnologias que permitam o controle e a censura”, acrescenta o diário. A alemã Siemens e a finlandesa Nokia, por exemplo, estão na mira, acusadas de terem vendido ao Irão tecnologia que permite a espionagem de telemóveis. Segundo Le Monde, estas decisões são “um primeiro passo para as sanções para forçar Tearão a parar as operações de enriquecimento de urânio”.