Cover

O primeiro-ministro Silvio Berlusconi e o parceiro de coligação Umberto Bossi saíram reforçados das eleições regionais italianas, comenta o Corriere della Sera. Apesar do recorde de baixa afluência às urnas – 35,9% –, a Liga do Norte foi a grande vencedora, obtendo 13,7% dos votos a nível nacional, mais do dobro dos obtidos em 2005. Dominante no Veneto e no Piemonte, a Liga compete, agora, com o Povo da Liberdade (PdL) de Berlusconi como partido principal no Norte de Itália. "A luta entre a Itália berlusconiana e [Itália] nortista começa amanhã", escreve La Repubblica.

Afinal, Berlusconi tem motivos para estar animado, pois conquistou à oposição o controlo de 4 de 11 regiões, fazendo calar os críticos que dizem que a sua estrela está em declínio. La Repubblica, que lidera a campanha contra o primeiro-ministro, admitiu a derrota com amargura: "Abalado por escândalos, obcecado por processos judiciais, cansado por dois anos de não Governo, Silvio Berlusconi conseguiu, ainda assim, voltar a ganhar".