Cover

Enquanto o primeiro-ministro britânico, David Cameron, se junta aos dirigentes europeus nas conversações sobre uma união fiscal e política mais estreita, o seu ministro dos Negócios Estrangeiros tenta que seja realizado um inquérito, que poderá ajudar à recuperação de alguns poderes atualmente detidos por Bruxelas, escreve o jornal Financial Times. Este diário financeiro salienta que a proposta de uma "auditoria abrangente ao impacto que o direito da União Europeia tem no Reino Unido", que William Hague tem em vista, "estimula os eurocéticos" do país:

Cameron vai dizer aos seus colegas europeus que pretende ‘salvaguardar’ a posição do Reino Unido no mercado único, num momento em que os dirigentes da zona euro estão a discutir uma união fiscal e política mais estreita baseada nos 17 membros da zona da moeda única… Ativistas e deputados conservadores estão a exercer uma pressão cada vez mais forte no sentido de o Reino Unido aproveitar a confusão que reina na zona euro para se distanciar do resto da UE, recuperando poderes em áreas como o direito laboral, a cooperação policial e a política regional.