Cover

“Noventa minutos que podem mudar a Grã-Bretanha”, salienta o The Independent, a propósito do recontro dos líderes dos três principais partidos políticos britânicos a 15 de Abril, no primeiro debate eleitoral televisivo directo de sempre no Reino Unido. As atenções estarão fundamentalmente centradas na contenda entre o primeiro-ministro Gordon Brown, trabalhista, e David Cameron, conservador. Mas o diário londrino salienta que foi dada ao democrata-liberal Nick Clegg “uma possibilidade inaudita de se dirigir a uma enorme audiência”.

Os democratas liberais ocupam presentemente apenas 63 dos 646 lugares de Westminster, mas, numa sondagem recente do "The Times", que deixa os conservadores apenas a 3 pontos dos trabalhistas, com 36%, podem tornar-se influentes, com 21%, se nenhum dos dois principais partidos conseguir uma clara maioria. “Um parlamento empatado… é o que dá”, comenta em editorial o diário londrino, apelando a uma reforma do sistema eleitoral britânico de maioria simples, que dá aos democratas liberais apenas metade dos lugares que preencheriam com uma representação proporcional de estilo continental.