Cover

"Fidesz esmaga opositores de esquerda”, titula a Gazeta Wyborcza.Depois de conquistar mais de dois terços dos 386 lugares do parlamento húngaro, o partido de centro direita Fidesz conquistou a maioria absoluta necessária para alterar a Constituição e para eleger um novo Presidente.Desde 1989 que a Europa Central não assistia a uma vitória tão esmagadora, realça o diário de Varsóvia, com o poder de Orbán comparável agora ao “tempo do comunista János Kádár”. A Gazeta atribui a vitória a oito anos de governação socialista marcada pela corrupção, incompetência e arrogância. Orbán, porém, enfrenta agora o desafio de restabelecer uma economia desequilibrada e restaurar a confiança no Governo.