“Vinte anos depois do nascimento do mercado único, a Comissão Europeia continua a trabalhar no reforço deste instrumento sempre incompleto de crescimento económico”, anuncia Il Sole 24 Ore, no momento em que Bruxelas apresenta o Ato para o Mercado Único II (Single market Act II). Trata-se, de acordo com este diário, de uma série de medidas para completar e relançar o Mercado Único europeu e que deve ser adotada pelos chefes de Estado e de governo até ao final de 2013.

Entre as medidas prioritárias elencadas pelo comissário europeu para o Mercado Único, Michel Barnier, figuram as redes de transporte e a mobilidade dos trabalhadores, com a transformação do portal Eures numa verdadeira agência de trabalho europeia. Barnier também quer relançar a “economia digital”, simplificando e uniformizando os procedimentos de compras online e estimulando o desenvolvimento do e-governo, a administração digital. Segundo Il Sole, o pacote Single Market II “não deve incluir iniciativas em matéria de direitos de autor, um dossier controverso aos olhos de muita gente em Bruxelas”.