Cover

"A Bélgica mantém-se surda ao pedido de ajuda do Paquistão", diz, em título, o De Morgen. O diário critica o Governo flamengo e o Governo federal por "não terem intenção de desbloquear fundos de emergência", não contando com os dois milhões de euros provenientes do fundo humanitário belga. O jornal cita um porta-voz da UNICEF, segundo o qual, "dado o número de pessoas que dependem da ajuda de emergência para sobreviver, esta catástrofe humanitária é pior do que o tsunami [de 2005] e os sismos no Haiti [2010] e no Paquistão [2005] todos juntos".