Cover

Deus não criou o Universo”, destaca The Times. No seu novo livro, com o título The Grand Design, o mais ilustre cientista britânico, Stephen Hawking, refuta o papel de um criador do Universo. O cientista explica: “Devido à existência de uma lei da gravidade, o Universo pode criar-se e será criado a partir do nada. A criação espontânea é a razão da existência de algo e não de nada, de que o Universo existe, de que nós existimos”. O diário londrino salienta que Hawking um dia especulou que uma teoria completa do universo nos levaria à “mente de Deus”. A observação, em 1992, de um planeta na órbita de uma outra estrela que não o sol alterou estas ideias. “Isto torna as coincidências das nossas condições planetárias… muito menos extraordinárias e muito menos convincentes como prova de que a terra foi cuidadosamente desenhada só para agradar aos seres humanos”, escreve Steven Hawking.