Cover

A 8 de setembro foi uma “resolução conjunta da Sérvia e da UE” que foi apresentada à assembleia-geral das Nações Unidas, escreve o Politika. O texto, que apela ao diálogo entre a Sérvia e o Kosovo, substitui aquele que Belgrado queria apresentar sozinho, para protestar junto da ONU pela independência do Kosovo, a que se opõe. “A resolução assinada por Catherine Ashton e pelo presidente sérvio, Boris Tadic, ‘é a prova da parceria entre Belgrado e a UE’”, escreve o diário sérvio. Apesar de cinco dos membros da UE ainda não terem reconhecido a independência do Kosovo, o conjunto dos Vinte e Sete apresentará o texto em Nova Iorque.