Cover

Quando se trata de reformar o governo os nórdicos parecem ser o último modelo. Suécia, Dinamarca, Noruega e Finlândia estão à frente em tudo, da competitividade económica à segurança social e à felicidade, e evitaram a "esclerose económica" do Sul da Europa e a "enorme desigualdade" da América.

Estão a oferecer um "modelo de reforma do setor público que o torna mais eficiente e capaz de responder"l e que será estudado nos próximos anos.