Cover

O Partido Popular (PP, direita) do primeiro-ministro Mariano Rajoy quer submeter os “apontamentos secretos” e manuscritos originais do seu antigo tesoureiro, Luis Bárcenas, a uma peritagem para estabelecer se os documentos são ou não falsos.

Segundo esses apontamentos, publicados pelo diário El País, destacados membros do PP receberam salários adicionais não declarados entre 1990 e 2008. Mariano Rajoy declarou publicamente que “jamais” recebeu pagamento algum saído de uma contabilidade paralela.