Cover

“Mesquita aqui não." De Volkskrant, de Amesterdão, fez a manchete com a primeira frase, dita em inglês, do discurso de Geert Wilders, a 11 de setembro, em Nova Iorque. O líder holandês do partido de extrema-direita PVV, conhecido pelas suas opiniões anti-islâmicas, dirigiu-se a uma multidão de várias centenas de pessoas e expressou o seu apoio às manifestações contra a proposta de construção de uma mesquita perto do Ground Zero, o local dos ataques terroristas de 11 de setembro. O jornal holandês diz que o nono aniversário, que este ano se comemorou, esteve “impregnado de discórdia política” e que Geert Wilders teve “um papel de destaque nos protestos contra a mesquita no Ground Zero".