Cover

“O Eliseu violou a lei sobre o segredo das fontes de informação”, titula Le Monde, que anuncia a sua intenção de apresentar queixa contra X por violação do segredo das fontes para que “neste caso e noutros, a liberdade de imprensa seja estritamente respeitada”. Segundo o diário, os serviços de contraespionagem terão sido utilizados para procurar a pessoa – no caso, um alto funcionário – que informou um dos jornalistas sobre o caso Woerth-Bettencourt. “Assim, prescindindo das mais simples regras de justiça, o Eliseu imaginou uma solução para circunscrever o incêndio. Como o fogo, todos os dias ou quase, a questão reacende-se e é muito cómodo acusar os jornalistas de serem os incendiários”, diz o editorial de Le Monde.