Cover

Paolo Scaroni, CEO do gigante da energia de Itália ENI, está agora oficialmente sob investigação por causa de um escândalo de suborno que envolve a sua empresa.

A ENI é acusada de pagar €200 milhões de suborno através da Saipem, uma empresa por si controlada, para garantir um contrato de €11 mil milhões com a sua congénere argelina Sonatrach. As ações da ENI caíram.