O escândalo dos alimentos congelados contendo carne de cavalo em vez de vaca chegou à Alemanha. Na Renânia do Norte-Vestefália, as autoridades efetuaram testes de ADN em lasanhas suspeitas, de várias marcas, ao mesmo tempo que a cadeia de baixo preço Real e os supermercados Tengelmann retiraram das prateleiras as lasanhas das suas próprias marcas.

O diário sublinha que, tal como os ingleses, os alemães evitam a carne de cavalo por razões emocionais e históricas. No último trimestre de 2012, foram abatidos na Alemanha 14 929 600 porcos e apenas 3400 cavalos.