Cover

Hervé Falciani, o antigo informático franco-italiano do banco HSBC que revelou a identidade de milhares de detentores de contas numeradas na sucursal de Genebra, é colaborador dos serviços secretos espanhóis (Centro Nacional de Inteligencia, CNI).

A Suíça pediu a sua extradição mas o procurador espanhol recusou dar parecer favorável porque, segundo o diário, Falciani, libertado em dezembro de 2012 e colocado sob vigilância judiciária em Espanha, mantém uma “colaboração ativa” com os serviços secretos espanhóis e de outros países europeus.

El Mundo escreve que, caso seja decidida a extradição, o Governo espanhol poderá vetá-la.