Cover

Os salafitas da Dinamarca apoiam Jabhat al-Nusrah, um grupo armado próximo da Al-Qaeda, segundo o diário, que fez uma investigação após a morte, na Síria, de um soldado dinamarquês de origem argelina, Slimane Hadj.

Nas suas prédicas e através de vídeos e de fotografias na Internet, o imã da mesquita de Quba de Amager, a sul de Copenhaga, incita os jovens muçulmanos a irem fazer a jihad na Síria.

O jornal notícia, igualmente, que no seu sítio de Internet, o grupo salafita Hjælp4Syrien.dk recolhe dinheiro mostrando um jovem muçulmano armado com uma espingarda e desejando morrer pela causa de Alá.