Cover

Após uma semana de impasses e negociações difíceis para a formação do novo governo que sairá das eleições de 24 e 25 de fevereiro, o líder do Partido Democrático (PD), Pier Luigi Bersani lançou um ultimato a Beppe Grillo e ao Movimento Cinco Estrelas (M5S).

Se os deputados do M5S não apoiarem um governo liderado pelo PD e baseado num programa de reformas de oito pontos, Bersani rejeitará qualquer outra solução, provocando a realização de novas eleições na primavera.

Os principais pontos desse programa são o combate à corrupção e ao crime organizado, diminuição de custos com políticos através de cortes do número de deputados e dos seus salários, reforma do sistema político, alargamento dos direitos dos casais homossexuais e aquilo que Bersani descreveu vagamente como “abordagem de emergência social, económica e civil”.