Cover

A 6 de março, a Comissão Europeia condenou o gigante americano da informática a uma multa de 561 milhões de euros, ou seja, 1% do seu volume de negócios anual.

A Microsoft foi punida por não ter respeitado os seus compromissos com a UE. Após uma investigação da Comissão por abuso de posição dominante, a empresa aceitou, em 2009, deixar os utilizadores de computadores com Windows escolherem o navegador na Internet.

A empresa já anunciou que não vai apelar da sanção.