Cover

A 6 de março, David Rossi, diretor de comunicação do banco Monte dei Paschi di Siena, que está a ser investigado por alegada corrupção, saltou, aparentemente, da janela do seu gabinete.

Rossi não estava entre as pessoas investigadas por causa das operações ilegais do banco, mas tinha havido buscas em sua casa e especula-se que teria medo das consequências do escândalo.

Entretanto, foram apreendidos mais de seis mil milhões de euros do banco e foi acrescentada uma acusação de insider trading há já longa lista de acusações feitas contra os administradores do MPS, o terceiro maior banco de Itália.