Cover

A 7 de março, Silvio Berlusconi foi condenado a um ano de prisão por ter publicado num dos seus jornais parte de uma investigação secreta sobre o papel do Partido Democrático (PD) na aquisição do banco BNL pela Unipol – uma companhia de seguros próxima do PD – em 2005.

É improvável que o antigo primeiro-ministro seja preso porque o seu estatuto de imunidade só termina no próximo mês de setembro mas, uma vez mais, Berlusconi disse estar a ser “perseguido” pelos juízes e prometeu uma “resposta dura”.

Este é apenas um dos muitos processos que o líder conservador enfrenta. A 8 de março, dizendo que está com conjuntivite, Berlusconi não assistirá à leitura da sentença de um processo sobre prostituição de menores, conhecido como o caso “Ruby” por causa do nome da menor alegadamente envolvida.