Cover

“Os repatriamentos atraem os imigrantes”, é a manchete da edição inglesa do jornal Kathimerini, segundo o qual o plano financiado pela União Europeia, que encoraja o regresso voluntário dos imigrantes ilegais na Grécia aos seus países de origem, é mais popular do que seria de prever. Foram recebidas mais de 1300 candidaturas pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), quando o programa, lançado no início do ano, previa o repatriamento de 450 imigrantes. Foram já repatriados 300, custando cada um deles 1300 euros. Os afegãos foram os que apresentaram maior número de candidaturas (630), seguidos dos paquistaneses (299) e dos sírios (89). A maior parte diz que quer regressar ao seu país porque não consegue encontrar trabalho.