Cover

“Se queremos evitar uma catástrofe demográfica, temos de dar mais trabalho às mulheres e passar algumas das responsabilidades parentais para os pais”, escreve o diário.

Para encorajar os pais a terem um papel mais ativo na educação dos seus filhos, a Gazeta Wyborcza pede uma nova perspetiva sobre a revisão da lei da maternidade e paternidade. Atualmente, a lei prevê um período de licença paga para os pais, permitindo aos casais que decidam como é que esse tempo é distribuído entre a mãe e o pai. O jornal defende que quatro semanas dessa licença só deverão ser pagas se forem tiradas pelo pai.

Com uma taxa de natalidade de 1,38, a Polónia está abaixo da média da UE, com 1,59, e muito abaixo dos 2,10 – 2,15 necessários para manter a população nos seus níveis atuais.