Cover

O Governo do primeiro-ministro Mariano Rajoy (direita) prepara a criação de uma nova autoridade orçamental independente para supervisionar as contas públicas das regiões e dos municípios, muito endividados.

Esse “novo polícia das despesas públicas”, segundo o jornal, será formado pelo Instituto Nacional de Estatística, pelo Banco de Espanha e pela Intervenção Geral do Estado [encarregue de controlar as contas públicas]. O anúncio foi feito pouco antes do encontro, marcado para 22 de abril, do ministro das Finanças, Cristóbal Montoro, com os responsáveis regionais das finanças públicas para discutirem um possível abrandamento dos objetivos do défice das regiões para 2013, fixado por Madrid.