Cover

A vitória, nas eleições parciais de Rybnik para o senado, do candidato apoiado pelo partido da oposição Lei e Ordem (PiS) provocou um visível mal-estar no partido do primeiro-ministro Donald Tusk, o Plataforma Cívica (PO), escreve o diário.

Apesar de ser apenas uma eleição local, era considerada um barómetro chave antes das eleições de junho do próximo ano para o Parlamento Europeu.

A derrota do candidato do PO, que ficou em terceiro lugar, é vista como mais um rude golpe para Tusk, depois de, na semana passada, os habitantes da cidade de Elbląg, considerada um reduto do partido, terem demitido o presidente da Câmara e um conselho municipal onde o PO era maioritário.