Cover

O primeiro-ministro Donald Tusk demitiu o ministro da Justiça Jarosław Gowin apenas ano e meio depois de ter ocupado o cargo. “Não tenho tempo para andar a dar explicações ao ministro todas as semanas”, disse Tusk, sublinhando que Gowin, que também vem da mesma Plataforma Cívica (PO), “politizava” desnecessariamente os assuntos que estavam sob o seu cuidado e expressava opiniões que eram “problemáticas” para o Governo.

O Rzeczpospolita escreve que Gowin perdeu o lugar depois de ter acusado as clínicas de interrupção voluntária da gravidez de tráfico de embriões e de os venderem para a Alemanha onde, alegadamente, terão sido usados para experiências.

Gowin vai ser substituído por Marek Biernacki (PO), antigo ministro do Interior do Governo de Jerzy Buzek.