Cover

A 13 de maio, os procuradores de Milão anunciaram que querem uma sentença de seis anos de prisão e a proibição vitalícia de exercer cargos públicos para o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, acusado de suborno e prostituição de menores.

Defendem que “não há dúvida de que Karima El Mahroug [a jovem marroquina de 17 anos que Berlusconi disse ser a sobrinha de Hosni Mubarak para evitar que fosse presa por roubo] manteve relações sexuais com Berlusconi”. O político que, alegadamente, em 2010, pagou mais de €4,5 mil a Karima El Mahroug, diz que as acusações são fruto de “mentiras e ódio”. O tribunal deverá divulgar a sentença a 24 de junho.

Na passada semana os apoiantes de Berlusconi fizeram uma manifestação contra os “juízes comunistas” depois de ele ter perdido o recurso no processo em que foi condenado por fraude fiscal, o que pôs em risco a unidade da coligação governamental com o Partido Democrata (PD).