Cover

Um grupo de empresários britânicos enviou uma carta ao Independent acusando os políticos eurocéticos de “porem a política à frente da economia” ao defenderem a saída do Reino Unido da UE.

Os signatários, que incluem o magnata da aviação e da música Richard Branson, pedem ao primeiro-ministro David Cameron um envolvimento “mais forte e profundo” no mercado único.

“A carta, que é assinada por importantes personalidades, incluindo o atual e o próximo presidentes da Confederação Britânica da Indústria (CBI) bem como os presidentes da BT, da Deloitte, do Lloyds e da Centrica, é a primeira resposta coordenada da comunidade empresarial à crescente retórica política antieuropeia”, escreve o diário.