Cover

"O CAC 40 contra o emprego": o Libération investigou os lucros dos maiores grupos franceses [integrados no CAC 40, o índice de referência da Bolsa de Paris] e revela que estes destruíram, em cinco anos, quase 40 mil empregos, multiplicando ao mesmo tempo os seus lucros e recebendo dezenas de milhares de milhões de euros em apoios do Estado, jogando com nichos de isenções fiscais. O diário indigna-se, pois, com estes "mastodontes que devoram os apoios públicos" e não se mostram "manifestamente incomodados por fazerem da desregulação uma condição necessária ao seu desenvolvimento, reclamando ao mesmo tempo do Estado uma generosidade fiscal indecorosa". Estes apoios representam uma não entrada de 172 mil milhões de euros por ano nos cofres do Estado, sublinha o diário, segundo o qual, "neste período de rigor orçamental e de ‘falência’ do Estado, põe-se a questão de uma melhor utilização destes milhares de milhões de euros".