Cover

A segunda volta das eleições locais realizada a 9 e 10 de junho deu uma larga vitória ao Partido Democrata e aos seus aliados nas 16 maiores cidades em jogo, incluindo Roma. O PD conquistou seis cidades ao centro-direita do Povo pela Liberdade (PDL), que ganhou apenas 16 dos 92 municípios onde houve eleições.

A Liga do Norte perdeu o seu tradicional bastião de Treviso, enquanto o Movimento 5 Estrelas de Beppe Grillo continua a derrapar, tendo apenas duas cidades menores. Uma ida às urnas de apenas 48,5% dos eleitores estabeleceu um novo recorde de abstenção.

Apesar das expectativas, o jornal La Repubblica escreve que

o PDL está a pagar o preço mais caro na coligação governamental [com o PD]. Essa solução, que parecia conveniente para o centro direita, está agora a falhar por causa do crescente descontentamento dos [eleitores] moderados [em relação ao PDL].