Cover

Após o Tribunal Constitucional alemão ter debatido, no dia 11 de junho, a legitimidade do programa de Transações Monetárias Definitivas (Outright Monetary Transaction – OMT) do Banco Central Europeu (BCE) para adquirir obrigações de membros da zona euro em dificuldade, a bolsa de valores de Milão registou um declínio de 1,63% e os títulos da dívida italiana voltaram a subir, adianta II Sole 24 Ore.

O diário económico italiano denuncia a miopia da Alemanha que tenta bloquear o plano do presidente do BCE, Mario Draghi. Um plano que pretende aliviar a Europa da sua atual – e perigosa – falta de liquidez. Também acusa o Bundesbank de “hipocondria” em relação à inflação.

Numa outra análise, Il Sole realça que o ataque do tribunal contra o BCE pode muito bem tornar-se uma “farsa”, tendo em conta a precariedade dos seus fundamentos jurídicos. O jornal também espera que o debate faça com que Frankfurt obtenha mais independência.