Cover

“A França e vários outros países europeus” ameaçaram, no dia 1 de julho, “bloquear as negociações” com Washington sobre o Tratado Transatlântico de Comércio Livre (TTIP), depois das revelações sobre as escutas sistemáticas realizadas pelos Estados Unidos”, escreve o Libération.

No seu editorial, o diário afirma que

a espionagem de embaixadas de países europeus aliados e de sedes da UE representa de forma caricatural a fraqueza do Velho Continente. […] A Europa parece querer ignorar o conceito de “soberania digital”, numa altura em que este constitui uma parte fundamental do poder dos Estados. E se impõe, de facto, como o principal tema ético, político, económico e internacional da época.