Cover

A UE quer “conquistar o futuro”, titula o Handelsblatt.

Perante um orçamento europeu para a investigação demasiado pequeno (€70 mil milhões), a responsável europeia dessa área, Máire Geoghegan-Quinn, apresenta a 10 de julho uma série de projetos cofinanciados pela UE e pela indústria.

Entre 2014 e 2020, empresas como a Daimler ou a Siemens contribuíram com cerca de €10 mil milhões. A UE compromete-se a investir €12 mil milhões, escreve o diário. Essa soma deverá ser investida nas pilhas de combustível utilizadas pelos veículos não poluentes, em aviões mais ecológicos e numa nova geração de antibióticos.