Cover

Mark Carney, o novo governador do Banco de Inglaterra,anunciou que o Banco Central iria, com a sua política económica, pela primeira vez na sua história, tentar reduzir os níveis de desemprego.

Comprometeu-se a manter as taxas de juro nos 0,5% até o desemprego descer para 7%, o que talvez só venha a acontecer em 2016, num esforço para que as empresas, em relação ao crédito, acreditem que este irá continuar a ser barato pelo menos durante três anos. Espera-se que esta medida encoraje as empresas e as leve a investir, impulsionando o crescimento económico e a criação de emprego.

Esta nova atitude, que o Banco considera “orientadora”, contrasta com a do seu antecessor, Lord King, que se recusou a adiantar quaisquer orientações relativamente ao futuro das taxas de juro, refere The Independent.