Cover

No domingo, 18 de agosto, o ministro chefe de Gibraltar Fabian Picardo mandou a Real Polícia de Gibraltar intercetar os barcos de pesca espanhóis que protestavam contra a decisão do governo [de Gibraltar] de afundar 70 blocos de cimento nas águas territoriais onde os pescadores costumam trabalhar.

A manifestação faz parte de uma disputa que começou há algumas semanas e que provocou um incidente diplomático com os funcionários espanhóis a aumentarem o controlo fronteiriço às pessoas que viajavam entre “O Rochedo” e Espanha.

A polícia espanhola também esteve no protesto que durante uma hora decorreu na baía que ambos os lados reclamam como sua, escreve La Razón. Gibraltar diz que afundou os blocos para ajudar ao desenvolvimento de um recife artificial, mas Espanha protesta dizendo que foi apenas para impedir os pescadores espanhóis de trabalharem naquela área.