Cover

A 23 de agosto faz cem anos que a escultura que representa a heroína do conto de Hans Christian Andersen olha o horizonte a partir do porto de Copenhaga.

Nesta ocasião, o Politiken critica a estátua mais popular da Dinamarca não tanto pelo que ela incarna, mas pela obra de arte em si.

Conclusão: aos olhos da época em que foi concebida,

era um escultura completamente conservadora, que não representa nada mais para além daquilo que vemos.

Uma simplicidade que é, provavelmente, a chave do seu sucesso, escreve o diário.