Cover

"Mas va gouverner", titula o diário La Vanguardia, um dia depois das eleições regionais na Catalunha, que marcaram a "vitória indiscutível" do centro-direita nacionalista do partido Convergencia i Unió (CiU) e do seu candidato, Artur Mas. O CiU conquistou 62 dos 135 mandatos do parlamento regional, em detrimento da coligação cessante, composta por socialistas, ecologistas e independentistas de esquerda, que passa de 70 para 48 deputados. O Partido Popular ficou em terceiro, com 18 mandatos. O diário de Barcelona lembra que o CiU se propôs a conseguir para a Catalunha um regime económico e fiscal especial, idêntico ao do País Basco, e afirma que o escrutínio deveria permitir a "recomposição do clima político, económico e social na Catalunha e em Espanha" e que se encontrasse "uma solução para o beco sem saída em que o Tribunal Constitucional deixou o Estatuto" da região.